Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
14
14 FEV 2024
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Cidade de Contagem conquista gestão de excelência no Índice Firjan de Gestão Fiscal
enviar para um amigo
receba notícias
Cidade recebeu o melhor resultado entre as grande cidades mineiras, estando à frente de  Belo Horizonte, Betim e Uberlândia
 A gestão fiscal de Contagem alcançou o primeiro lugar entre as maiores cidades mineiras no IFGF (Indice Firjan de Gestão Fiscal),  pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan),  obtendo grau máximo de excelência com nota de 0,8885, numa escala que varia entre 0 e 1, sendo que quanto mais próxima de 1, melhor a situação do município. 

A nota de Contagem é a mais alta, por exemplo, que a de cidades como Divinópolis (8,398), Betim (0,8373), Uberaba (0,8181), Uberlândia (0,8086) e até a capital, Belo Horizonte (0,7996). Isto se deve a uma série de fatores, como o incremento de 29,76% na Receita Corrente Líquida de 2022 em relação a 2020; ao baixo grau de endividamento (2.03% da receita corrente líquida), à manutenção das despesas - especialmente com pessoal - dentro do que prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal e a uma capacidade de investimento em franco crescimento.  “O IFGF de Contagem, que recebia conceito “bom” até 2019, tem sido excelente por três anos consecutivos, ou seja, desde 2020. Isso é reflexo de uma construção, onde aliamos um planejamento cuidadosamente elaborado, pautado na eficiência e no  diálogo com todas as secretarias executoras e a população, sempre focados na responsabilidade fiscal “, avalia a prefeita Marília Campos. 

Indicadores

A análise,  que considerou a gestão financeira dos 5.240 municípios brasileiros sobre os resultados de 2022,  leva em conta  quatro indicadores: autonomia, gastos com pessoal, liquidez e investimentos. 

No quesito autonomia, é verificado se as receitas oriundas da atividade econômica do município suprem os custos para manter a estrutura administrativa da Prefeitura e os gastos com o Legislativo  municipal. 

Nesse quesito, Contagem tirou nota máxima: 1 ponto. Essa também foi a nota de Contagem na liquidez,  que verifica a relação entre o total de restos a pagar acumulados e os recursos disponíveis para quitá-los no ano seguinte. A situação, que já era considerada boa em 2020, alcançou o conceito excelente nos dois anos seguintes, 2021 e 2022, com a classificação 1,000, graças a estudos prévios e acompanhamento periódico para manter a reserva de restos a pagar baseada na despesa do exercício anterior. 

Nos gastos com pessoal, é analisado o quanto da Receita Corrente Líquida é usada para pagamentos de salários de servidores. A gestão  de pessoas em Contagem é ancorada no controle da expansão das despesas com pessoal, por meio de estudos prévios para obedecer aos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que  rendeu nota 0,8885 para Contagem. 
No tópico Investimentos, se mede a parcela da receita total que é destinada a investimentos. A nota de Contagem foi 0,7156.

Causas 

O secretário municipal de Planejamento, Edernon Pereira, analisa a  ótima avaliação de Contagem no IFGF como resultado da política de planejamento da administração municipal, baseada em instrumentos como a Lei de Diretrizes Orçamentárias, o Plano Plurianual de Ação Governamental e a Lei Orçamentária Anual. “Nos  pautamos  na eficiência e colaboração entre todas as secretarias executoras, sempre analisando as metas físicas e orçamentárias dos anos anteriores, para adaptar a execução aos objetivos de governo de forma eficiente”,  disse.

O secretário destaca também a existência de uma unidade gerencial para controle orçamentário e financeiro, a Câmara de Coordenação Orçamentária e Financeira (CCOAF).  “Ela tem como objetivo garantir o equilíbrio orçamentário e financeiro do município, ampliar a eficiência do gasto público e a eficácia das políticas governamentais, fortalecer o planejamento e ampliar o alinhamento das ações públicas, pela análise e deliberação de processos que envolvem realização de receitas e execução de despesas orçamentárias”, disse.

A controladora municipal Nicolle Bleme comemora a pontuação obtida no índice Firjan como um resultado esperado diante das ações do município na busca pela excelência nas suas práticas de gestão. “Isto demonstra a excelência de toda uma equipe,  das secretarias e seus gestores, para que possamos executar as políticas públicas e ao mesmo tempo manter o equilíbrio fiscal”, disse


Veja os resultados da FIRJAN: https://www.firjan.com.br/ifgf/
 
Autor: jornalista Pilar Batista / Edição: Cristiane Oliveira
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia