Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
01
01 DEZ 2023
GABINETE DA PREFEITA
SAÚDE
Saúde apresenta experiências exitosas que promovem e melhoram a saúde dos usuários SUS
Foto Noticia Principal Grande
Foto: Ronnie Von/PMC
enviar para um amigo
receba notícias

Nessa quinta e sexta-feiras (30/11 e 1º/12), a Prefeitura realiza a 2ª Mostra de Experiências Exitosas de Integração da Rede SUS Contagem. O encontro, que ocorre no auditório da PUC Contagem, tem como propósito dar visibilidade às experiências e projetos bem sucedidos que foram desenvolvidos no âmbito da saúde no município. Ao todo foram selecionados 20 trabalhos para apresentação oral e 16 para serem apresentados em banners que foram exibidos na antessala do auditório da PUC Contagem. 

Na abertura, que ocorreu nessa quinta-feira (30/11), a prefeita Marília Campos, parabenizou os servidores pelo trabalho realizado com afinco e dedicação, destacando que a Mostra de Experiências Exitosas é fundamental. “Eu fiquei feliz quando uma pessoa foi lá na minha rede social e reconheceu o trabalho que estamos fazendo, elogiando o trabalho da Prefeitura.  Vim aqui para dar parabéns para vocês e dizer que podem contar com a minha capacidade de trabalho e com meu compromisso, para a gente melhorar cada dia mais a saúde na cidade. Que os relatos dessas experiências possam fortalecer o trabalho de vocês, mas mais do que isso, que elas sejam inspiradoras para outros servidores e para outras servidoras”.  

O secretário municipal de Saúde , Fabrício Simões, destacou a estrutura da Secretaria Municipal de Saúde, enalteceu a articulação da prefeita para viabilizar recursos e ressaltou a importância de dar visibilidade ao trabalho desenvolvido e ao serviço prestado pela saúde em Contagem. 

“Não adianta a gente falar das demandas e necessidades se a gente não falar de financiamento adequado. Se não tiver recurso de fundo real, se não tiver recurso adequado, financiamento adequado, a gente não consegue fazer saúde pública. A luta que tem sido feita pelo governo Marília Campos é para que Contagem tenha financiamento adequado. Isso é fundamental para que a gente consiga chegar aqui hoje e apresentar mais de 20 propostas, mais de 20 experiências que deram certo”, explicou Simões.  

Fabrício Simões convidou os servidores a divulgarem  o que tem sido feito de bom em todos os setores da saúde no município. “É importante que todos saibam o que fazemos e o esforço dispensado para que as coisas aconteçam. É um trabalho muito duro, muito árduo e tem muita coisa boa sendo feita. A gente conta muito com vocês e agradeço a todos pelo empenho, pela dedicação, e por participarem desse projeto de valorização do trabalho dos servidores”. 

A diretora da  Atenção Primária da Rede SUS Contagem, Fernanda Carvalho, salientou que a mostra de experiências exitosas possibilita a publicização das ações que acontecem no cotidiano do SUS Contagem. “É uma forma de valorizar os serviços e permitir troca de saberes entre os profissionais. A mostra também propicia motivação dos servidores e gestores a entregar uma saúde de qualidade para a população.”

Conheça duas experiências exitosas apresentadas

Durante o primeiro dia da mostra, passaram pelo auditório da PUC Contagem dez experiências exitosas, relatadas pelos trabalhadores envolvidos. Uma delas foi a “Operação Tarja Preta”, na qual a Vigilância Sanitária, em parceria com a Guarda Municipal, a Polícia Civil, as receitas Municipal e Estadual, realizou a fiscalização conjunta em farmácias e drogarias de Contagem. Toda a ação foi conduzida em conformidade com a lei nº 11.343/2006, também conhecida como Lei de Drogas. De acordo com o legislação, atividades como importação, exportação, produção, venda e armazenamento de substâncias contidas no Anexo I da Portaria SVS/MS Nº 344/1998, realizadas sem autorização ou em desacordo com regulamentações, são caracterizadas como crime de tráfico de drogas.

A ação resultou na interdição cautelar de três drogarias, o quarto estabelecimento visitado já estava interditado por penalidade de Processo Administrativo Sanitário prévio.  Quatro pessoas foram conduzidas à delegacia, sendo duas por tráfico de drogas devido à comercialização irregular de medicamentos, sob controle especial, uma por desobediência e uma por flagrante delito em jogo de azar. Cada órgão participante deu andamento de acordo com suas prerrogativas. Como resultado final , no âmbito administrativo sanitário, foram instaurados quatro processos julgados em 1ª instância. 

“Uma drogaria foi advertida, duas multadas e uma recebeu a penalidade de proposição de cassação da autorização de funcionamento. Além disso, todos os locais interditados cautelarmente puderam ser reabertos devido à melhoria de suas condições sanitárias”, informou a  inspetora da Vigilância em Saúde de Contagem, Mara Thelma.  

“Ações como essa  têm como principal objetivo proteger a saúde do povo, porque, em primeira instância, isso é o que a Vigilância Sanitária faz. Muitas vezes a gente fala do SUS, mas não lembra da Vigilância Sanitária, mas é importante saber que ela está presente. Estamos envolvidos em todas as áreas. Todo mundo usa o SUS, desde a água que consome, passando pelo restaurante onde almoça, até o supermercado que frequenta. É importante que a população saiba que pode e deve contar com a Vigilância em Saúde, nos acionando sempre que for necessário pela ouvidoria, no site do SUS.” 

Além de Mara Telma, o trabalho foi desenvolvido em parceria com a inspetora em Saúde e farmacêutica industrial, Carolina Diniz Fonseca. 

Da região do Nacional vem a experiência exitosa que abordou “A implantação da revisão da farmacoterapia na equipe multiprofissional de Contagem: uma abordagem focada nas necessidades farmacoterapêuticas individuais”. O trabalho foi desenvolvido pelas farmacêuticas  Lorayne Resende, Gabrielle Goulart, Raquel Miranda, Shelly Prado, Patrícia Almeida, Josiane Sousa, Vanessa Pereira, Fernanda Andrade, Danielli Fernandes, Natália Brito, Pamela Fernandes e pela referência técnica, Elise Guimarães, coordenado pela diretora de assistência farmacêutica, Patrícia Moreira. Elas atuam nos oitos territórios sanitários de Contagem. 

Entre os diferentes serviços clínicos que podem ser ofertados pelo farmacêutico está a Revisão Clínica da Farmacoterapia (Revfar), ou seja, “uma avaliação técnica e estruturada dos medicamentos em uso pelo paciente, considerando a necessidade, a efetividade  a segurança do tratamento e a adesão”, explicou a referência técnica, Elise Guimarães.

Entre fevereiro e setembro deste ano, foram realizados 519 atendimentos, sendo 183 pacientes do sexo masculino e 336 do sexo feminino; sendo 32,6% na faixa etária de 40 a 59 anos e 45,7% de 60 a 79 anos; 145 atendimento foram visitas domiciliares e 374 foram realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).  

A conclusão do trabalho mostrou que “o método clínico utilizado foi  capaz de prevenir, detectar e resolver problemas relacionados ao uso de medicamentos antes que estes possam dar lugar à morbidade e mortalidade associadas à farmacoterapia. A atuação do farmacêutico integrado às equipes de saúde tem potencial para melhorar muito os resultados da farmacoterapia dos indivíduos atendidos.” 

A farmacêutica Shelly Prado destacou a importância de apresentar um trabalho como esse. “Essa apresentação foi muito importante porque, por várias vezes, o trabalho do farmacêutico clínico ainda não é conhecido. Então, a gente conseguiu trazer, por meio de números, experiências, dados concretos, como a gente faz a diferença na vida dos pacientes que vivem aqui e são atendidos pela rede SUS”. 

Além dos dois trabalhos citados, também foram apresentados: 

- Cievs Contagem - Avanços e desafios para vigilância e assistência na epidemia de chikungunya em Contagem, analisando positividade laboratorial, sintomatologia clínica e evolução dos casos na epidemia de 2023

- Distrito Sanitário Nacional - Ações em Rede

-  PUC Minas - Desenvolvimento de Aplicativo baseado no índice de Vulnerabilidade Clínico Funcional (IVCF-20): experiência da UBS Petrolândia no rastreio de idosos frágeis no território

- Distrito Sanitário Vargem das Flores - Rodas de Conversa sobre Redução de Danos: a potência de cuidado dos grupos na atenção básica para acolhimento aos usuários de álcool e outras drogas

-  Diretoria de Vigilância Sanitária - Operação Alquimia

- UBS Tijuca/Distrito Sanitário Nacional  - Estratificação de risco Clínico Funcional de Idosos - Implantação do IVC-20 na UBS Tijuca/Distrito Nacional - Relato de Experiência

- Distrito Sanitário Sede -  Educação em saúde e o impacto para redução da taxa de abandono da vacinação antirrábica humana no Distrito Sanitário Sede, anos 2022 e 2023

- Vigilância Sanitária - O Código de vigilância em saúde de Contagem

A 2ª Mostra Exitosa continua nesta sexta-feira com os trabalhos sendo apresentados até às 17h. 


CLIQUE AQUI  e acesse a galeria de fotos. Fotógrafo: Ronnie Von/PMC
Autor: jornalista Jefferson Lorentz / Edição e revisão: Ana Paula Figueiredo
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia