Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
05
05 DEZ 2022
DEFESA SOCIAL
EDUCAÇÃO
SEGURANÇA PÚBLICA
Prefeitura se reúne com a comunidade do bairro Tropical para anunciar medidas de segurança nas escolas
enviar para um amigo
receba notícias

Como parte das ações que a Prefeitura de Contagem vem tomando para combater situações de violências nas escolas do município, representantes do governo e forças de segurança se reuniram com a comunidade do bairro Tropical, na manhã do último sábado (3/12), para informar e envolver as famílias do território nas providências que estão sendo implantadas.

O encontro aconteceu no auditório da Escola Municipal Professora Maria Martins (Mariinha), na Regional Petrolândia. Estiveram presentes para dialogar com a comunidade escolar, a prefeita Marília Campos; a secretária de Educação, Telma Fernanda; a secretária de Defesa Social, Viviane França; o comandante da Guarda Civil de Contagem, Wedisson Luiz; o capitão da Polícia Militar de Minas Gerais, Dácio Cunha e o vereador Daniel do Irineu.

Marília Campos tranquilizou os pais, as mães e moradores do bairro Tropical e reforçou as ações emergenciais tomadas após o episódio de vandalismo, incluindo a tentativa de invasão na escola Mariinha e as pichações de cunho nazista - o que é crime conforme a Lei 7.716/1989 -, ocorridas na segunda-feira passada, na Escola Municipal José Silvino Diniz, no bairro Solar do Madeira.

“Articulamos rapidamente com todas as forças de segurança, Polícia Militar, Polícia Civil, Ministério Público, Defensoria Pública, Guarda Municipal e Delegacia de Crimes Cibernéticos. Cobramos uma apuração rápida para identificar logo os responsáveis. A prefeitura está reforçando a presença da Guarda Municipal, até o fim do ano letivo, por 24 horas nessas duas escolas que foram alvo. Além disso, assinamos contrato de R$5 milhões para garantir a instalação de câmeras de segurança em todas as escolas da rede pública municipal e em vários pontos da cidade”, informou.

A chefe do Executivo enfatizou o investimento em tecnologia para ampliar as políticas de segurança pública em Contagem. ”Temos um dos melhores centros de monitoramento de Minas Gerais. Podemos captar as imagens da cidade com as novas câmeras que, agora, terão detecção facial e de placas de veículos. Isso vai ajudar muito na vigilância e inibir ações criminosas”, completou.

A secretária de Defesa Social, Viviane França, afirmou que as instalações das câmeras de segurança começarão já na próxima segunda-feira e detalhou como este sistema vai operar. “Na segunda-feira começam as instalações nas duas escolas que foram ameaçadas. A câmera vai fazer a leitura de quem está entrando e saindo da escola e, em seguida, enviar as imagens para o Centro Integrado de Operação, onde estão a Guarda Municipal e a Polícia Militar. A câmera dá um alerta de qualquer sinal na escola e já aciona a primeira viatura que estiver na região. Vai facilitar o nosso trabalho”.

Além do investimento em segurança, o governo municipal está empenhado também em amplificar as estratégias pedagógicas para tornar as escolas mais atrativas para os jovens, como pontuou a secretária de Educação, Telma Fernanda. “Estamos trabalhando pedagogicamente formas de tratar essa questão e ampliar uma cultura de paz e de segurança nas escolas. Queremos oferecer cada vez mais projetos para que os estudantes tenham oportunidade de aprender e se envolver com esporte, artes e outras atividades que os façam sentir acolhidos e se afastem dos discursos de ódio e da violência”, ressaltou. 

Durante a reunião, pais e mães de alunos da escola Mariinha puderam tirar dúvidas e propor ações para aumentar a sensação de segurança no ambiente escolar. Todas as sugestões serão avaliadas pela equipe multidisciplinar da Prefeitura de Contagem.

Clique aqui e confira a galeria de fotos

Autor: Rômulo Abreu
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia