Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
24
24 NOV 2023
GABINETE DA PREFEITA
SAÚDE
Prefeitura investe R$ 20 milhões e anuncia o maior pacote de obras para a Saúde que a cidade já viu
enviar para um amigo
receba notícias
Algumas obras estão em curso, outras começam ainda neste ano e vão melhorar as condições de trabalho e o atendimento dos usuários

Melhores condições de trabalho para os servidores da saúde e mais qualidade e conforto no atendimento para os cidadãos que procuram o Hospital Municipal de Contagem (HMC), o Centro Materno Infantil e as Unidade de Pronto Atendimento da cidade. São com esses objetivos que a prefeita de Contagem, Marília Campos, anuncia neste sábado (25/11), às 9h, as intervenções em equipamentos importantes da saúde do município. O evento será realizado ao lado de uma das entradas da UPA JK - avenida João César de Oliveira, nº 780, Eldorado. 

Este é o maior investimento em obras que a Saúde de Contagem já recebeu. Ao todo a Prefeitura está investindo cerca de R$ 20 milhões, para deixar as unidades melhores e mais modernas.  

Entre as intervenções que serão anunciadas estão a construção de mais 40 leitos de enfermaria no HMC e a ampliação do CTI 3, passando dos atuais dez leitos para 20. Cada uma dessas intervenções terá investimento de R$ 2,5 milhões.  

O ambulatório da unidade também passará por uma grande reforma que vai ampliar os consultórios, adequando-os às necessidades do município, seguindo as legislações vigentes. O local passará a contar com sala de atendimento para o setor de ortopedia e consultório especial climatizado, trazendo melhorias para as demandas específicas de cirurgia vascular, plástica e manejo nos cuidados com a pele.  

Outro avanço importante que vai atender a legislação vigente é a instalação de um banheiro especial para o uso adequado dos pacientes colostomizados. A sala de espera também será reestruturada para melhorar o fluxo de atendimento administrativo.   

Obras que estão em curso  

O Complexo Hospitalar de Contagem ganha, em 2024, um Centro de Apoio Hospitalar localizado ao lado da unidade, no antigo Quinto Sport Mall. As obras no local começaram em maio deste ano e os investimentos somam R$ 800 mil, que incluem:  

  • ampliação do almoxarifado com aproximadamente 1000 m² de área com melhor acondicionamento vertical de insumos; 
  • construção da cozinha industrial e um novo refeitório em uma área de 600m²;  
  • realocação dos setores de atendimento ao colaborador, do novo setor administrativo, reunindo em um mesmo espaço físico recursos humanos, medicina do trabalho e o setor de alojamento/conforto destinado ao uso de colaboradores;  
  • novo depósito de resíduos sólidos com melhoria logística interna e externa, retirando todo o recolhimento pela limpeza urbana de dentro do Complexo Hospitalar. 

Também já estão em curso, desde julho deste ano, as obras do novo setor da rouparia limpa e suja do HMC. Orçada em R$682.410,40, o investimento vai melhorar a gestão de enxovais e a organização do serviço de rouparia na instituição, com melhor fluxo de armazenamento e distribuição com coleta e retirada para que os colaboradores também tenham mais qualidade de trabalho.  


Foto: João Pedro Alcântara/PMC

Outra intervenção importante que acontece desde setembro é a reforma da Central de Material Esterilizado que vai atender não somente a rede de urgência, mas toda a rede de saúde do município. Ocupando uma área de 400 m², ela será uma central moderna com equipamentos para a esterilização segura e qualificada de materiais médico-hospitalares. O investimento total, de equipamentos e obras, é da ordem de R$ 2,2 milhões.  

Estão em curso também as obras para o novo acesso de funcionários e corredores de circulação de serviços. A intervenção já acontece e vai implantar um setor único de acesso de colaboradores às dependências internas do complexo e um novo corredor de serviços. A medida é para melhorar a circulação de colaboradores e o fluxo de serviços de atendimento aos usuários.   

Modernização e qualificação das UPAs  

Para melhorar a assistência nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) ao usuário, a Prefeitura de Contagem tem investido no plano para requalificar e padronizar o atendimento nessas unidades, desde a entrada até o momento de saída do usuário.  

Dentre as principais propostas já executadas desde janeiro deste ano estão a valorização, readequação e capacitação dos profissionais da saúde melhorando as condições de trabalho, a reorganização dos fluxos dos serviços e a modernização das estruturas das Unidades de Pronto Atendimento de Contagem. 

Como estratégia imediata para redução do tempo de espera, o primeiro passo foi a readequação de profissionais para atendimento. Desde julho deste ano, todas as UPAs de Contagem receberam reforço das escalas médicas.  

Além disso, foram elaborados novos fluxos de atendimento e contratados profissionais da saúde para acompanhar o paciente na entrada e após o atendimento na unidade. 

Todas as mudanças foram propostas com base na escuta de usuários e colaboradores em relação às principais necessidades de melhorias das unidades. Tomando como base esses levantamentos, foi iniciada a readequação das recepções para promover mais conforto e hospitalidade durante a espera e contribuir para maior agilidade desde a entrada do paciente.  


   UPA JK em reforma. Foto: Adelcio Ramos/PMC
 

Diante dos estudos feitos pelas equipes de gestão, a nova proposta em curso é que o paciente seja acolhido logo ao entrar na UPA por um técnico de enfermagem que fará o direcionamento deste usuário de acordo com a demanda (seja ela assistencial ou administrativa) e entregará a senha para atendimento e triagem.  

Após o atendimento médico o paciente passa a ser acolhido por um enfermeiro que orienta o paciente quanto ao seu percurso pós-consulta. O projeto já está em funcionamento desde agosto nas UPAs Ressaca e JK. Na UPA Industrial, ele foi implantado junto com a inauguração da unidade em setembro. As demais unidades receberão o novo fluxo nos próximos meses. 

Para dar maior agilidade aos casos menos graves, as unidades estão funcionando com consultórios de atendimento on-line. Na UPA JK, a nova diretriz já funciona desde agosto de 2022. Na UPA Ressaca ela começou em setembro deste ano. 

No atendimento aos casos com maior gravidade, as principais mudanças estão nas salas vermelhas das UPAs que foram modernizadas com monitores multiparâmetros atualizados, padronização de respiradores e aquisição de camas elétricas para melhor manejo do paciente. 

Ainda nas UPAs, foram adquiridos outros equipamentos como monitores de sinais vitais que garantem mais agilidade na triagem do paciente; novo raio-x odontológico para a UPA JK; novas bombas de infusão e dietas.  Toda essa modernização do parque tecnológico envolve não apenas a atualização de equipamentos médico-hospitalares, mas de infraestrutura de redes e sistemas e será realizada nas cinco UPAs, em todos os setores das unidades. 

Ainda na primeira etapa está prevista o início das obras nas recepções e padronização das fachadas que vão conferir maior conforto e hospitalidade ao usuário e estão previstas para serem finalizadas em março de 2024.  

Localizada na avenida Maria da Glória, esquina com rua Marajó, a UPA Industrial tem capacidade para atender 6.750 pessoas/mês. Com área construída total de 1.871,09 m², ela traz à população salas amplas, espaçosas, com boa ventilação e iluminação. Essa é uma das obras iniciada em 2020, durante o governo anterior, mas que a atual gestão retomou do zero. 

Vale destacar que no processo de Requalificação das UPAs, a recém-inaugurada UPA Industrial tem contribuído, significativamente, para o atendimento à demanda na cidade, reduzindo em aproximadamente 98% a procura por atendimentos ortopédicos na UPA JK, o que representa cerca de 2.000 pacientes redirecionados e melhor atendidos entre as unidades de Contagem. No primeiro mês, a unidade realizou um total de 4.803 atendimentos, sendo 2.146 casos ortopédicos, 2.123 casos pediátricos e 482 casos cirúrgicos.  

A UPA Ressaca já está em obras desde agosto e as UPAs JK e Vargem das Flores tiveram as obras iniciadas em novembro agora.  


Terreno recebendo os preparos para a fundação da nova UPA Ressaca.  Foto: Luci Sallum/PMC

Em outubro de 2023, a Prefeitura de Contagem assinou a ordem de serviço para a construção da nova UPA Petrolândia: maior, mais confortável para trabalhadores e usuários. A unidade será na rua Madeirão, nº 57, esquina com as ruas Maripá e Monte Belo, no bairro Industrial São Luiz. Ela terá um único pavimento e o projeto prevê a construção de posto de triagem; salas de exames e radiologia; consultórios; salas de medicação, inalação e observação; laboratório e sala de coleta; Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF); refeitório; quarto para plantão dos funcionários; copa; vestiários; sanitários; setor administrativo, além de área para embarque e desembarque de ambulâncias. O projeto é orçado em R$ 8 milhões e vai atender a 50 mil pessoas da região, sendo concluída em 12 meses.  


 UPA Industrial entregue à população em setembro.  Foto: Luiz Henrique/PMC
 

UPA Nacional  

Sobre a obra de implantação da UPA Nacional, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos (Semobs) informa que a licitação foi encerrada no dia 21 de novembro, entrando agora no período de apresentação de recurso e outros trâmites. A partir de dezembro, é previsto que possa ser emitida uma ordem de serviço para que a obra seja retomada. A obra foi iniciada em 2020, e de 2021 para 2022, por conta de um erro de execução de projeto por parte da empresa contratada, houve um sinistro que impediu o avanço das intervenções. A empresa responsável à época foi penalizada. O terreno passou por modificações, inclusive, com obras de contenção e estabilização da encosta. A partir da emissão da ordem de serviço, a expectativa é que as obras sejam concluídas por volta de 300 dias. 

Melhorias nas UPAS   

As UPAs também estão passando por requalificação do atendimento que visa melhorar o acolhimento e as informações aos usuários, além da melhoria na qualidade assistencial através de fluxos mais bem estabelecidos.  

Os próximos passos do projeto de requalificação das UPAs são as entregas das obras e a reorganização dos fluxos de atendimento e informação para oferecer ao usuário uma experiência melhor ao acessar a rede SUS Contagem através de um plano de investimentos voltado para a urgência e emergência em saúde. 

Para melhorar a qualidade da assistência nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) ao usuário, desde o momento que ele entra no acolhimento até o momento de saída da unidade, a Prefeitura de Contagem vem promovendo obras para requalificar UPAs JK, Ressaca e Vargem das Flores. Essas três unidades têm recebido mudanças nas recepções para reduzir o tempo de espera, reorganizar os espaços e já prestar logo na entrada uma assistência maior. Além de promover mais conforto e hospitalidade durante o atendimento ao usuário/usuária, as intervenções iniciadas em janeiro deste ano têm como objetivo valorizar os profissionais da saúde. 

Além de reorganizar os interiores, a Prefeitura de Contagem também vai revitalizar a fachada do Hospital Municipal de Contagem para que ela se integre com o prédio do Centro Materno Infantil. Na área externa do Complexo Hospitalar, a lanchonete passará por uma reestruturação, ganhando um espaço de convivência externa que trará mais conforto tanto para usuários que estiverem sendo atendidos e seus acompanhantes, quanto para colaboradores que poderão desfrutar de um local com mais bancos, bem iluminado e projetado com a utilização de paisagismo. 

O mesmo padrão da fachada do Complexo Hospitalar será implantado nas UPAs, de modo a uniformizar toda a rede de urgência e emergência de Contagem, com um layout moderno e que ofereça ao usuário uma experiência melhor ao acessar a rede de saúde SUS Contagem.  



Ilustração de como vai ficar a nova UPA JK 

Contagem avança todo dia, um pouco mais. O maior pacote de obras e investimentos para Saúde de Contagem é tão grande como a nossa Contagem merece.  

Centro de Imagens   

Com uma população de quase 700 mil pessoas, a grande maioria é dependente total do Sistema Único de Saúde (SUS). Com as obras anunciadas a Prefeitura de Contagem fortalece o SUS Contagem, dando melhores condições de trabalho para os profissionais de saúde e buscando garantir uma assistência mais qualificada para a cidadã/cidadão de Contagem.   

Os investimentos anunciados vêm fortalecer o Hospital Municipal, esse gigante de nossa cidade que conta com 238 leitos, mais de 20 especialidades médicas, uma média de 942 internações por mês e mais de 1.700 colaboradores. Com um parque tecnológico de ponta, a unidade se destaca cada dia mais como uma referência em saúde na região. Os dados constam do Sistema de Gestão Hospitalar.  

Para isso a Prefeitura entregou, no dia 29 de setembro, à população um novo Centro de Imagens equipado com o que há de melhor:  um tomógrafo com 32 canais, ultrassom, ecocardiograma, duplex, endoscopia e colonoscopia. Somente para o tomógrafo a expectativa é que ele passe dos atuais 1.500 exames para 1.700 anuais.    


Paciente em atendimento no novo tomógrafo de 32 canais, de última geração. Foto: Janine Morais/PMC 


Em novembro de 2022, a Prefeitura inaugurou a Unidade de AVC, revolucionando o atendimento aos casos de acidente vascular cerebral. A implantação da unidade - em estrutura e equipamentos médico-hospitalares - custou aos cofres municipais R$ 280 mil, mas seu maior valor está em salvar vidas, uma vez que fomenta a melhoria assistencial a partir das necessidades de saúde do município.  

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, Contagem registra em média 600 casos de AVC por ano. O AVC é a principal causa da incapacidade no mundo e a principal causa de óbito no Brasil.  A unidade implantada pela Prefeitura de Contagem reafirma o compromisso da gestão com a população da cidade, disponibilizando uma resposta adequada dentro da janela terapêutica, evitando agravos e mortes.  



Usuária sendo atendida na Unidade AVC.   Fotos: Luiz Henrique/PMC

 

Segundo o Ministério da Saúde, cidades que têm entre seus equipamentos públicos de saúde, uma Unidade AVC para cuidados reduz em até 40% o tempo de internação desses pacientes na rede e em um terço a taxa de mortalidade e a morbidade deles, reduzindo também o número de usuários que ficam incapacitados para o trabalho. 

Autor: jornalista Jefferson Lorentz
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia