Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JAN
19
19 JAN 2024
DEFESA CIVIL
DEFESA SOCIAL
Defesa Civil faz alerta e compartilha dicas sobre como proceder durante o período chuvoso
enviar para um amigo
receba notícias
Em casos de emergência ou na iminência de algum desastre acione a  Defesa Civil de Contagem, por meio do 199.

Desde o início de janeiro, Contagem tem recebido um grande volume de chuvas. Diante das instabilidades climáticas, é importante que a população fique atenta aos riscos ocasionados por alagamentos, enchentes, deslizamentos e outras situações que possam ocorrer no período chuvoso. 

Em casos de emergência ou na iminência de algum desastre é importante que o morador acione a  Defesa Civil de Contagem, por meio do telefone 199. Atualmente, a cidade possui cerca de 255 pontos considerados de risco, sendo 150 hidrológicos e 105 geológicos. Mesmo que alguns desses riscos sejam considerados potenciais ou não, é fundamental que as pessoas tenham conhecimento da maneira indicada e adequada ao agir perante uma situação de risco de vida.

“As chuvas fazem parte da rotina e da dinâmica natural do município. Do ponto de vista institucional, nós, enquanto Defesa Civil e Comitê Gestor de Área de Risco,  temos que nos envolver adotando medidas de prevenção, proteção e resposta”, informa a subsecretária de Defesa Civil, Ângela Gomes.

No caso de tempestades que poderão acarretar risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e de alagamentos, o indicado é: não se abrigar debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas, não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Também é necessário evitar o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

No caso de inundações nunca deve-se trafegar em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva. Os moradores precisam estar atentos em áreas de encostas e morros e observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d’água, no caso desses sinais avise imediatamente a Defesa Civil (no número de telefone 199).

Sobre os deslizamentos, é atenção no grau de saturação do solo e nos sinais construtivos. As recomendações são para nunca permanecer em residências localizadas em áreas muito inclinadas, assim como não permanecer em residências localizadas em áreas sujeitas a soterramento. 

De acordo com a Defesa Civil, os sinais que podem indicar um futuro acidente são: trincas nas paredes, água empoçando no quintal, portas e janelas emperradas, rachaduras no solo, água minando da base do barranco e inclinação de postes ou árvores. Pedidos de vistorias podem ser solicitados à Defesa Social, também pelo telefone 199.

Saiba como agir durante as tempestades:

  • Se você for surpreendido dentro do carro, abra os vidros, suba para o teto pela janela e ligue para o Corpo de Bombeiros (número de telefone 193).

  • As águas das enchentes não devem ser utilizadas de forma alguma e alimentos contaminados devem ser descartados.

  • Não deixe as crianças terem contato com a água das enchentes, ande sempre de botas de borracha e use luvas. Se não for possível , use dois sacos plásticos amarrados nas mãos e pés.

  • Limpe a casa, mova lama e toda a água contaminada, use a proteção adequada.

  • Faça a limpeza do piso e das paredes com uma solução de água sanitária: para cada 20 litros de água, use 200 ml de água sanitária.

  • Para que não ocorra o aumento nos casos de dengue , elimine toda a água parada  existente em objeto com pneus, garrafas , vasos de plantas, etc.

  • Cuidado com animais peçonhentos como cobras, escorpiões e aranhas. Eles podem aparecer com as chuvas.

No caso de problema de abastecimento de água, use uma das opções seguras abaixo:

  • Ferva a água durante 1 ou 2 minutos, passe a água de uma vasilha limpa para outra e repita isso algumas vezes.

  • Para cada litro de água, adicione 2 gotas de hipoclorito de sódio 2,5% e espere por meia hora antes de usá-la para consumo. Você pode usar água mineral engarrafada.

Autor: jornalista Leonardo Melo / Edição Carol cunha
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia