Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Contagem e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Contagem
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
08
08 FEV 2024
GABINETE DA PREFEITA
SAÚDE
SERVIÇO
Prefeitura decreta situação de emergência diante de aumento nos casos de dengue
enviar para um amigo
receba notícias
Atendimento nas unidades de saúde será ampliado com reforço nas equipes e na estrutura. Município registra 4 mil casos, com sete óbitos em investigação

A Prefeitura de Contagem decretou, nesta quinta-feira (8/2), situação de emergência em saúde pública, em resposta ao aumento do número de casos de dengue no município. Além de chamar a atenção de toda a população para a importância dos cuidados no combate ao mosquito Aedes aegypti, a ação possibilita ampliar ainda mais as estruturas em saúde para o atendimento à população que está em sofrimento por causa das arboviroses.

Em relação à estrutura de atendimento aos pacientes com dengue ou outras doenças, a Secretaria Municipal de Saúde decidiu ampliar o número de médicos e enfermeiros nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e também na Central de Hidratação. Além disso, o número de leitos também será reforçado. “Nós vamos dobrar o número de profissionais, o número de leitos na enfermaria, além das poltronas de hidratação e medicação, para ter um cuidado maior com a população da nossa cidade”, destacou a prefeita Marília Campos

Somente em 2024, Contagem registrou mais de 4 mil casos de dengue, com sete mortes em investigação, além de 90 casos de chikungunya. A situação se complica ainda mais pelo fato de que muitos pacientes estão procurando as unidades de saúde com sintomas mais graves da doença. “Isso é muito sério e várias providências estão sendo tomadas para prevenir o aumento dos casos e também atender as pessoas”, disse a prefeita.

Vale ressaltar que já foram identificados quatro tipos diferentes do vírus da dengue em circulação no município. Entre os pacientes que buscam atendimento na cidade, a taxa de resultados positivos dos testes para a doença está próxima de 52%, índice considerado alto.

Ampliação do atendimento

O fato de Contagem estar em uma situação de alto risco para a dengue leva à implementação de ações ainda mais amplas de amparo à população. Dessa maneira, a Prefeitura vai dobrar a capacidade de atendimento na Central de Hidratação Eldorado, com a possibilidade de criar uma outra, caso haja necessidade. O atendimento nas UPAs também será reforçado, com o aumento do número de médicos e enfermeiros atuando no auxílio à população.

Já as UBSs Petrolândia 1, São Joaquim, Nacional e Retiro, além do Centro Social Urbano (CSU) Industrial, terão horário de funcionamento especial na segunda-feira e terça-feira de Carnaval (12 e 13/2), bem como na Quarta-Feira de Cinzas (14/2). Estas unidades estarão abertas ao público das 8h às 17h. “Nossa intenção é oferecer um atendimento rápido e adequado às pessoas que apresentarem sintomas da dengue”, afirmou Marília Campos.

Atendimento Pediátrico

O atendimento às crianças com sintomas de dengue continuará sendo feito, em um primeiro momento, nas UPAs Vargem das Flores, Ressaca e Industrial, além das UBSs. Há também a previsão de ampliação da capacidade do Centro Materno Infantil, com abertura de 15 leitos de internação e hidratação, em caso de necessidade.

É de se ressaltar que a população precisa, antes de tudo, se prevenir. Isso porque, enquanto não há vacina para todos, é vital que sejam eliminados os focos do mosquito e, ainda, que se faça o uso de repelentes. A proteção nas janelas e nos ambientes para evitar o contato com o mosquito transmissor. também é um meio eficaz e ajuda a todos. Atualmente, 30% dos leitos das unidades de saúde que possuem pediatria estão ocupados por pacientes com dengue. 

Ações de Prevenção 

A Prefeitura de Contagem está ampliando também as ações de combate à proliferação do mosquito transmissor das arboviroses. Atualmente são 45 equipes que circulam pela cidade, identificando as necessidades e trabalhando para reduzir as possibilidades de contágio. Com intensificação durante os mutirões de limpeza nos bairros e a aplicação de larvicidas nos locais identificados como foco do Aedes aegypti, a Prefeitura, em breve, contará também com o uso de drones que já estão sendo adquiridos e que irão auxiliar no processo.

Além disso, a Prefeitura já solicitou ao Governo Estadual a circulação dos veículos que aplicam o chamado “fumacê”, que é também uma ferramenta importante no combate ao mosquito. “A população de Contagem pode contar com a gente para enfrentar a doença, sabendo que a solução desse problema está, sim, nas mãos do município, mas também está dentro da sua casa. Por isso, cuide do seu quintal, das calhas, das lajes, dos objetos que ficam espalhados, porque são locais onde acumulam água e podem contribuir para proliferar o mosquito que adoece tanta gente”, concluiu.

Autor: jornalista Etiene Egg / Edição: João Cavalcanti
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia